quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Um leão chamado Christian


Uma historia verídica, linda e comovente mostrada num videoclipe de dois minutos exibido no Youtube e assistido por milhões de pessoas transformou "Um leão chamado Christian" num dos maiores fenômenos da Internet de todos os tempos.

Para quem não sabia, existe o livro para explicar melhor a história por trás do fenômeno no Youtube: "Um Leão chamado Christian".

Alguns livros chegam a nossas mãos com uma história própria e singular e, em alguns casos, se tornam especiais – foi o caso de “O leão chamado Christian”. Para quem gosta de animais, é um prazer a leitura.

Para aqueles que gostam de animais, o livro deve ser lido e guardado com respeito. Em 2009, parte desse encontro emocionou milhares de pessoas em todo o mundo, quando cenas foram postadas em forma de videoclipe no YouTube. Vendo o vídeo e lendo o livro, entende-se por qual motivo. E são encontros, reecontros, surpreendentes e emocionantes como esses que fazem a vida valer a pena.

A história adquire tons de uma fábula pela delicadeza e o amor entre Anthony Bourke e John Rendall a esse leão. Sim, estamos diante de uma “fábula” moderna, uma narrativa na qual os personagem central é um animal e possui sentimentos tido como “humanos” – e ao final - uma lição de moral, constatada na conclusão da história.

Uma história de amizade, sinceridade, cumplicidade e lealdade. A mensagem contida nesse evento que o livro aborda é de extrema riqueza. Não é uma mensagem meramente de proteção à natureza – o que é bom - mas algo maior. Trata-se de uma lição de como todos nós deveríamos ser.

Emocione-se com o videoclipe, o livro, pois é uma pena que as pessoas deixem passar despercebida uma boa história como essa. É uma bela história, hoje um fenômeno viral na WEB via YouTube.

Este videoclip é uma edição de um documentário antigo(esse documentário pode ser visto em inglês ou com legendas em português adaptadas do youtube no www.youtube.com/watch?v=7FP_RUKaaiw&feature=player_embedded) e foi postado no YouTube com a carga do discurso em prol da amizade. “Entre em contato hoje com um amigo do passado. Você ficará feliz por isso”. Virou hit. As variações da história chegam a aos milhões e milhões de acessos. Surpreso com o sucesso tardio de sua relação com o leão, os amigos Ace e John resolveram relançar o livro que fizeram em 1971. Assim que voltou às livrarias dos Estados Unidos, passou a figurar na lista dos mais vendidos do jornal The New York Times. O livro “Um leão chamado Christian” já tem no Brasil, atualizado, é claro, com a história de sucesso no YouTube.


Informações:
www.umleaochamadochristian.com.br

Vendas:
www.umleaochamadochristian.com.br/compre.asp

Promoção por R$14,90, metade do preço no Submarino(o preço normal é R$29,90):
www.submarino.com.br/produto/1/21550364/leao+chamado+christian,+um/?franq=277539

Assistam o Videoclipe emocionante e vejam cenas comoventes que remetem a sinceridade dos laços que podem ser criados entre homens e animais e jamais esquecidos:


Abaixo um Documentário do canal de TV Animal Planet sobre a história do Leão Christian feito após o sucesso do videoclip no youtube:


Trechos do Livro:
"De repente, nossas vidas ficariam incompletas sem um leão."

"Ele era irresistível, e sentamos encantados ao lado da jaula por horas.
John: "Por que não o compramos"?
Ace: 'Já o batizei de Christian'."

"A personalidade de Christian era incrível, e sua presença preenchia inteiramente a loja e nossas vidas."

"Sabemos que as pessoas esperavam que nós ficassémos apavorados, mas não temíamos Christian e ele correra em nossa direção com uma expressão amorosa que reconhecemos e conhecemos muito bem."

"Christian tinha um grande carisma, e isso definiu sua vida."

Fontes: Portal Um Leão chamado Christian; Youtube


Compartilhar

.

1 Response to "Um leão chamado Christian"

.
gravatar
Anônimo Says....

A raposa da obra de Antoine de Saint Exupéry diz ao pequeno príncipe : "Nós tornamos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos", este pensamento nós faz lembrar de que não importa as circunstâncias, adversidades e ou as alegrias, nada pode ser grande o suficiente a ponto de anular esta máxima. Tornar-se responsável pelo outro é permitir que o sentimento de amor perdure incondicionalmente e que possamos então amar a todas as criaturas divinas e que sejamos capazes de cativar e sermos cativados, pois não há nada por acaso e toda ação causa um efeito, conhecemos os caminhos e somos livres para trilhá-los.

Bhakta Haridas

Leave A Reply